top of page

Parceria entre UFC e UFRGS leva curso de introdução ao kitesurf a professores de Educação Física

A iniciativa é resultado de parceria do Instituto de Educação Física e Esportes da Universidade Federal do Ceará, Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a Kitesurf Adventure





Alunos do Projeto de Extensão Introdução ao Kitesurf têm neste sábado, 15, a primeira aula prática de kitesurf, na praia do Cumbuco. A iniciativa é resultado de parceria do Instituto de Educação Física e Esportes da Universidade Federal do Ceará, Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a Kitesurf Adventure. Para além do curso atual, está prevista uma segunda turma para o mês de setembro. O público-alvo é composto por alunos e professores de Educação Física da UFC.

As aulas são ministradas pelo professor universitário Alcides Vieira, veterano praticante da modalidade. “Comecei no Kitesurf em 2015, em Portugal. Mas sempre tive essa vontade de me envolver com o ensino”, afirma. Ele é professor concursado da UFRGS e a parceria com a UFC lhe permite passar parte de seu tempo ministrando o curso em águas cearenses. A carga-horária é dividida entre aulas teóricas e práticas.

Por falar em curso, segundo Alcides, esse é o primeiro do Brasil com 60 horas/aula. O Ceará foi escolhido para sediar a iniciativa por conta de sua aptidão natural para o esporte. “Aqui é a Meca do kitesurf”, argumenta. Ele diz ainda que o esporte possui grande potencial para gerar efeitos positivos no meio-ambiente e na economia. “O desenvolvimento do ‘kite’ é um caminho sem volta, acho que nunca mais vai sair daqui, todo mundo diz que o ceará é o melhor lugar do mundo para se velejar”, diz.

Alcides explica que eventos como os que ocorrem no Ceará atraem dinheiro pelo consumo que competidores e turistas junto à economia local. A comunidade do kitesurf é consciente de que o mar é o grande meio facilitador para a prática do esporte, então conscientização ambiental é levada pela comunidade de competidores em todos os lugares que frequentam. Daí vem a dualidade descrita por Alcides.

Já o praticante do esporte tem ganhos abrangentes em relação à saúde. “Capacidade cardiovascular, resistência, força, estabilização do corpo, melhora muito a postura do corpo, o que a literatura mais defende é o alivio do estresse”, elenca Alcides.

O Kitesurf precisa de bons ventos para a prática do esporte. Uma vela em formato de pipa é utilizada para tracionar o atleta que fica em pé numa prancha. De acordo com Alcides, a prancha muda de acordo com a modalidade de kitesurf praticada, enquanto o estilo do competidor dita que tipo de vela será utilizada.



FONTE: O OTIMISTA

https://ootimista.com.br/panorama/parceria-entre-ufc-ufrgs-leva-curso-de-kitesurf-a-professores-de-educacao-fisica/

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page